Blog

RFID e NFC são protagonistas da internet das coisas

30 de maio
O RFID (identificação por radiofrequência) e sua forma mais próxima do público, o NFC (Near Field Communication), são duas protagonistas na tão falada internet das coisas. O que antes era apenas uma promessa de revolução tecnológica, começa agora a tomar forma e vai influenciar drasticamente a maneira como interagimos com o mundo real, transformando praticamente qualquer coisa em um ‘produto inteligente’ conectado a computadores e, claro, à internet.
 
Produtos etiquetados com NFC estarão cada vez mais presentes em nosso dia a dia:
 
Produtos etiquetados com NFC estarão cada vez mais presentes em nosso dia a dia  (Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
(Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
Para apresentar na prática como podem funcionar algumas aplicações dessas tecnologias, a Avery Dennison marcou presença na segunda edição da Greenk Tech Show, feira dedicada a discutir sustentabilidade e tecnologia, que aconteceu nesse fim de semana em São Paulo. Especializada em ciência de materiais, a empresa tem muitas novidades em seu portfólio de produtos, e montou um estande interativo com várias atividades para o público se divertir e aprender.
 
Os visitantes da feira puderam conferir no estande da marca como os adesivos com tecnologias embarcadas têm o potencial de evoluir, por exemplo, a indústria do varejo. Uma das interações (foto abaixo) convidava o visitante a conhecer de perto o uso do RFID na gestão de estoques: um supercontador conseguia, em segundos, identificar centenas de itens sem mover nenhum deles nas prateleiras. Quem teve a oportunidade de testar pode competir com os amigos quantos itens conseguia contar em menos tempo.
 
Imagine-se um estoquista de loja: atividade que hoje demora horas será agilizada para poucos minutos  (Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
(Foto: Mariana Pekin/GLab) 
 
A pulseira-ingresso do evento também contava com um adesivo, esse com NFC, que permitia aos visitantes terem acesso ao evento e outras interações em alguns totens espalhados pelo Anhembi (SP), local onde aconteceu o Greenk.
 
Uma outra novidade tecnológica que também brilhou os olhos de quem passava em frente ao estande no pavilhão é chamada “Vela”, uma solução especial que é capaz de transformar vidros de vitrines, totalmente transparentes, em telas de projeção dinâmicas. O lançamento da marca fez sua estreia mundial na Times Square, em Nova York, na última semana, e foi apresentada em primeira mão para o público brasileiro no Greenk.
 
Vitrine com Vela em dois momentos: vidro sai do transparente para opaco em um piscar de olhos  (Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
(Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
No local, a Avery Dennison também mostrou ao público a série ColorFlow, que faz parte da linha Supreme Wrapping Film. O adesivo basicamente transforma qualquer veículo em uma verdadeira obra de arte. São seis tonalidades vibrantes, que mudam de cor de acordo com a luz do ambiente e o movimento do carro. Feitos em vinil, as opções de ColorFlow chamaram bastante a atenção dos visitantes, que pensavam se tratar de uma pintura e não de um auto-adesivo.
 
Carro com  adesivo ColorFlow aplicado  (Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
(Foto: Mariana Pekin/GLab)
 
Além da presença com o estande, a empresa compartilhou suas novidades com o público do evento com uma palestra no palco da Arena do Conhecimento. “Criando uma experiência de consumo sem atrito” foi ministrada por Fabiana Wu, gerente de Desenvolvimento de Negócios América Latina da Avery. Em sua fala, ela apresentou um cenário de um futuro bem próximo onde, graças às tecnologias como RFID e o NFC, a relação entre consumidores e empresas vai mudar para melhor: "Com elas as marcas podem se conectar com os consumidores de forma personalizada e transparente".
 
Conteúdo originalmente publicado em: TechTudo
 
Voltar